domingo, 22 de julho de 2018

🇧🇷 Evangelho do Dia 22/07/2018 🇺🇸 Daily Gospel 07/22/2018

Eram como ovelhas sem pastor.
 They were like sheep without a shepherd.

Evangelho -
Marcos 6,30-34

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos – Naquele tempo, 30os apóstolos reuniram-se com Jesus e contaram tudo o que haviam feito e ensinado. 31Ele lhes disse: “Vinde sozinhos para um lugar deserto e descansai um pouco”. Havia, de fato, tanta gente chegando e saindo, que não tinham tempo nem para comer. 32Então foram sozinhos, de barco, para um lugar deserto e afastado. 33Muitos os viram partir e reconheceram que eram eles. Saindo de todas as cidades, correram a pé e chegaram lá antes deles. 34Ao desembarcar, Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor. Começou, pois, a ensinar-lhes muitas coisas. ­­­– Palavra da salvação.

Gospel - Mark 6,30-34
Proclamation of the gospel of Jesus Christ According to Mark - At that time, the apostles gathered with Jesus and told everything they had done and taught. 31He said to them, "Come alone to a deserted place and rest a little." There were, in fact, so many people coming and going that they did not even have time to eat. 32Then they went alone by boat to a deserted and deserted place. Many saw them depart, and they recognized them. Leaving all the cities, they ran on foot and arrived there before them. 34And when Jesus was disembarked, he saw a great multitude, and had compassion on them, because they were like sheep without a shepherd. He began to teach them many things. - Word of salvation.

Refletindo o Evangelho
Após a avaliação de uma viagem missionária, os apóstolos são convidados a se retirarem para um descanso. Eram tantos os que procuravam Jesus e seus discípulos que, diz o evangelho, não tinham tempo sequer para comer. Ao se deslocarem para um lugar deserto, foram precedidos pela multidão. Vendo-a, Jesus teve compaixão, comoveu-se interiormente, como a mãe que vê o sofrimento dos filhos, pois eram como “ovelhas sem pastor”. Ter compaixão é sentir e encarnar em si a dor do outro. Venham para o descanso, diz Jesus. Todos, inclusive os discípulos-missionários de Jesus, temos necessidade de descanso. O papa Francisco nos alerta sobre a “doença do martismo, de Marta, da atividade excessiva, ou seja, daqueles que mergulham no trabalho, negligenciando inevitavelmente ‘a melhor parte’: sentar-se aos pés de Jesus. Por isso, Jesus convidou os seus discípulos a ‘descansar um pouco’, porque descuidar do descanso necessário leva ao estresse e à agitação. O tempo do repouso, para quem levou a cabo a sua missão, é necessário, obrigatório e deve ser vivido seriamente: passar algum tempo com os familiares e respeitar as férias como momentos de recarga espiritual e física”.
Adaptado de site da internet por Flávio.
 
Reflecting the Gospel
After the evaluation of a missionary trip, the apostles are invited to retire for a rest. So many sought Jesus and his disciples that, according to the gospel, they had no time to eat. As they moved to a deserted place, they were preceded by the crowd. Seeing her, Jesus had compassion, moved inwardly, like the mother who sees the suffering of the children, for they were like "sheep without a shepherd." To have compassion is to feel and embody the pain of the other. Come to rest, Jesus says. Everyone, including the missionary disciples of Jesus, needs rest. Pope Francis warns us about Martha's "disease of Martians, excessive activity, that is, those who plunge into work, inevitably neglecting" the best part ": to sit at the feet of Jesus. That is why Jesus invited his disciples to "rest a little," because neglecting the necessary rest leads to stress and agitation. The time of rest, for those who carried out their mission, is necessary, obligatory and must be lived seriously: spend some time with family and respect vacations as moments of spiritual and physical recharge.
Adapted by Flávio from internet site.

Rezando                             
O Senhor é o pastor que me conduz; / não me falta coisa alguma. / Pelos prados e campinas verdejantes / ele me leva a descansar. / Para as águas repousantes me encaminha / e restaura as minhas forças. Ele me guia no caminho mais seguro, / pela honra do seu nome. / Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, / nenhum mal eu temerei; / estais comigo com bastão e com cajado; / eles me dão a segurança! Preparais à minha frente uma mesa, / bem à vista do inimigo, / e com óleo vós ungis minha cabeça; / o meu cálice transborda. Felicidade e todo bem hão de seguir-me / por toda a minha vida; / e na casa do Senhor habitarei / pelos tempos infinitos. Salmo 22/23.

Rezando
The Lord is the shepherd who leads me; / I do not lack anything. / Through the green meadows and meadows / it leads me to rest. / Restores me to the rest waters and restores my strength. He guides me on the safest path, / by the honor of his name. / Even though I pass through the dark valley, / no evil will I fear; / you are with me with a staff and with a staff; / they give me security! You prepare in front of me a table, / well in the sight of the enemy, / and with oil you anoint my head; My cup overflows. Happiness and all good will follow me / for all my life; / and in the house of the Lord I will dwell / for the infinite times. Psalm 22/23.
 
Abençoando
Traçando o sinal da cruz em você diga: Abençoai-me Senhor Deus que é † Pai, Filho e Espírito Santo, para que eu viva sempre no Teu amor e fazendo só o bem a todos. Amém!
 

Traçando o sinal da cruz em seu/ua filho/a: Abençoe a você (nome do filho/a), nosso Deus que é † Pai, Filho e Espírito Santo, para que você filho/a viva sempre no amor de Deus e fazendo só o bem a todos. Amém!

Blessing

By tracing the sign of the cross in you say: Bless me Lord God that is † father, son, and holy spirit, to live always in your love and doing good to all. Amen!

By tracing the sign of the cross on your son/daughter: Bless you (name of child), our God who is † father, son, and holy spirit, for you child alive always in love of God and doing good to all. Amen!